terça-feira, 6 de novembro de 2018

O Porto e uma laranja do Algarve

Antes de mais fica o aviso de que este post deveria ter bolinha vermelha!!!

Quando no mes passado fui de urgência para o hospital, devido a etezisses chatas que me aconteceram, descobri que tenho algo com o tamanho de uma "laranja do Algarve" encostado ao meu útero...

- Você tem uma laranja do Algarve na sua barriga!!! Está a comprimir-lhe a bexiga e os intestinos!!!- Disse uma das médicas que me observou.

Ficou tudo explicado, as dores, o desconforto, as idas constantes à casa de banho a barriga gigante...

E correr assim?? Difícil. Estar muito bem e de repente um desconforto e dores horríveis, não é fácil manter a boa disposição...

Bolas não tenho descanso...

Agora é esperar que me marquem a operação para tirar a peça de fruta...

Entretanto já tinha Coimbra e o Porto marcadas. Mesmo sem treino ia tentar.

Coimbra correu horrivelmente mal, fiz o pior tempo de sempre aos 10km, fiquei super desiludida comigo, a minha moral estava a roçar o chão.

E o Porto?? Como é que ia conseguir fazer 15km??

Estava fo$!$a (eu avisei da bolinha vermelha), estava a imaginar o drama, a ET a correr e a cair para o lado... Ia ser uma catástrofe...

No sábado lá fomos para o Porto. A ideia era sair às 7 da manhã para aproveitar o dia, ao meio dia estávamos a ligar o carro... O Gajo ia fazer a maratona, precisou de muito tempo para acordar e arranjar a mala... Stresses...

Chegados ao edificio da Alfandega do Porto vimos montes de gente com mochilas amarelas. Ena mochilas em vez de mais um saco igual aos milhares que tenho em casa...

Os dorsais levantavam-se num local, e os sacos noutro. Levantamos os dorsais e fomos ter com o N que estava à séculos à nossa espera na pasta party... Lá comemos massa (estou FARTA de massa, o Gajo obriga-me a fazer massa todos os dias há mais de um mês)...

Estava na altura de levantar as Tshirts e os sacos.

Fui para a "minha fila" para levantar o meu saco branco, igual a tantos que tenho em casa.

- Já não temos S's!!! - Disse a menina que me atendeu.
- Como não têm S's??? São 5 da tarde e não têm Tshirts para todos???
- Posso dar-lhe um L, também não temos M's!!

Xiiii comecei a ferver...
- Para que é que eu quero uma Tshirt L? Para fazer de saco de batatas??? Está a dizer-me que uma organização deste calibre não garante as Tshirts que escolhemos na altura da inscrição?

- Posso dar-lhe um S da Tshirt da maratona.

-Mas EU NÃO VOU FAZER A MARATONA!!!! Quero um S da prova que vou fazer!!

Fiquei mesmo chateada, bolas a organização da Maratona do Porto não garante as Tshirts que as pessoas pedem no acto da inscrição?? Uma vergonha. Sai de lá com o meu saco branco cheio de papeis e sem Tshirt. Imagino que ao final do dia as pessoas que se inscreveram na Maratona não tiveram S's e M's, pois foram entregues aos inscritos nos 15km. Nunca me tinha acontecido isto, nem nas provas da terrinha. Eu sei que é algo sem importância, mas deixou-me tão irritada... Ahhh só me apeteceu mandar a miúda para o car#!&o (eu avisei!!!)...

Ao jantar fomos a uma pizzeria onde comemos as maiores pizzas que vi. A "individual" dava para alimentar uma família de 4 pessoas (ok estou a exagerar um pouco, mas eram gigantes)...

E eis que chegou o dia "D"... Ou "M" para o pessoal que ia correr a maratona, para mim e para a R, era o dia "A" de ansiedade...

No pequeno almoço ainda não tinha decidido se participava nos 15km ou se ficava com a R e a miudagem... A R tem uma paciência e uma calma com os miúdos, obrigada por aturares a mini ET, que agora anda com a mania que faz parkour...

Chegados à rotunda da anémona ficamos à espera do resto do pessoal da equipa, que não apareceu...

Eu estava a sentir me bem e resolvi fazer a prova, apesar de me sentir culpada por não tentar ir à zona das pontes onde os maratonistas iam passar...

Deixei o pessoal e corri para a zona do bengaleiro. Não foi fácil chegar lá... Ninguém me sabia dizer onde era e não vi setas nem nada... Lá encontrei o bengaleiro, fiquei uns minutos na fila e rezei para que não me perdessem a mala...

Depois disso ainda perdi uns 10 minutos na fila para o WC... Entretanto já eram 9:05. Não fiquei muito preocupada. Primeiro tinha que partir do maranhal todo da Maratona, só lá para as 9:15 é que iria partir a family race, pensei eu. Mesmo assim comecei logo a correr desde a zona das casas de banho. Bora lá ET, começas a aquecer, pensei eu... Não queria partir no fim...
Mas quando chego à zona de partida... Não vejo ninguém... Ora bolas e agora?? Olho para a minha esquerda e vejo a R com a miudagem!!! Por breves segundos pensei em ficar com ela, mas as palavras de animo da R deram força para continuar...

E lá fui eu, juntamente com outros "atrasados"... Passo na partida, e ligo o relógio... Já está... O primeiro km foi difícil, estou mesmo muito mal, sentia as pernas sem força, e sentia me desconfortável. E ter a ambulância atrás de mim também não ajudou, pensei desistir muitas vezes. E eis que vejo a placa do 1ºkm... Já?? Boa, já só faltam 14km... E lá fui eu mais animada, deixei a ambulância para trás... Ia no meu passo de "corrinhada"... Nas calmas, a ultrapassar o pessoal...

Não sei se vinha ainda aborrecida com a situação da Tshirt, mas achei o percurso aborrecido. Bolas o Porto é tão bonito e põem o pessoal às voltas em bairros estranhos sem grande piada.
Tive uma altura em que me senti tão desconfortável, tinha que ir à casa de banho... Vejo um Pingo Doce, perfeito... Faço um pequeno desvio e... Ohhh mega fila para a casa de banho. Tive uma conversa mental com a minha bexiga. Disse-lhe que não podia armar-se em mimada e que tinha que acalmar... Parece que funcionou, ou então foi o Tailwind que o Gajo me preparou e que fui a beber durante toda a prova...

A minha parte preferida foi passar na avenida depois da anémona onde pude ir um pouco entretida a ver se via pessoal conhecido. Vi o João Lima, ainda lhe gritei um força!! Acho que ele me reconheceu...

Ia então distraída a olhar para o lado, quando de repente vejo dois loucos a saltar para a minha faixa. Era o N e o Gajo. Fiquei tão feliz de os ver... Que boost de energia... Obrigada rapazes!!! Fiquei super descansada porque iam juntos. O Gajo não consegue travar a velocidade, e tanto numa prova de 10km como de 21km começa sempre com a mesma velocidade, na maratona isso é a desgraça do artista, mas o N é certinho e ia pôr o Gajo na linha. Obrigada N por "tomares conta" do Gajo...

No final dessa avenida (penso que aos 8km) estavam altifalantes com musica. Estava a passar Sia... Lembrei-me logo do N e de como ele ia adorar passar ali naquele momento... Passei com um mega sorriso...

Estava ansiosa de ver a marca dos 10km, nunca mais chegava, felizmente à minha frente iam 3 senhoras brasileiras que paravam em todas as marcas de km para tirar selfies!! Assim que as vi lá ao fundo paradas percebi que estava a chegar ao km 10... Tomei o meu gel, um pacote de mel, bebi agua e lá fui eu. Só mais 5km ET, já está, vais conseguir, nem a porcaria de uma laranja do Algarve (atenção que eu adoro laranjas do Algarve) ia impedir-me de terminar... E eis que recomeçam as dores e o desconforto, o raio da laranja andava aos saltos...

Antes de chegar à rotunda vejo umas pessoas de cor de rosa aos saltos... Era a R com a miudagem... Ohhh mais um boost... As lágrimas estavam com vontade de saltar... E lá fui eu de mão dada com a mini ET e com a M, com a R e o G a darem-me força.

- Mãe posso ir contigo até ao fim?? - Pergunta a mini ET.
- Ainda faltam 4km e tu corres muito depressa, não consigo acompanhar-te (é como o pai, corre como não houvesse amanhã no inicio e depois não aguenta mais).

Eles lá ficaram na anémona e eu continuei. A ultima parte foi complicada porque não estava bem, a laranja aos saltos provoca muitas dores... Mas aguentei. Na parte onde nos misturávamos com a caminhada foi um pouco chata, estava constantemente a desviar-me das pessoas...

km14, já está, vais mesmo conseguir... Ao fazer a curva para começar a subir e eis que aparece a R com os miúdos. A mini ET e a M queriam ir comigo. Bora lá meninas. Fizemos a subida devagar, mas quando vi os pórticos, larguei por instantes as maozinhas delas e corri, não corri mais porque as pessoas da caminhada metia-se à frente. Quando vejo a meta começo a pensar em todas as duvidas que tive... És tão parva ET, FO#$-SE (eu avisei) conseguiste carago (bolas estava no Porto, podia dizer asneiras à Porto)...
Parei mesmo antes de passar na meta, para esperar pelas princesas, ia passar com elas.

Já está. Só não me ajoelhei no chão a chorar porque comecei a imaginar a reacção da mini ET:

- A sério mãe?? Estás a envergonhar-me...

Só não resisti beijar a minha medalha... Espero que seja a ultima da laranja... O tempo que fiz?? Miserável, mas bolas fiz, e nos Sinos vou melhorar.

Estive depois uns bons 20 minutos à chuva (que ainda era miudinha) para levantar a minha mala, que felizmente estava seca...

E depois?? Depois foi o sofrimento, a ansiedade a vermos a aplicação... Estão juntos... Ahhhh já não estão juntos... E a chuva?? Chovia tanto, estava tanto vento. Estava com vontade de ir para o hotel com os miúdos... Coitadinhos foram tão fortes e corajosos... Queriam ver os pais a chegar... A mini ET queria fazer o mesmo percurso com o pai, desde o inicio da subida. Mas não conseguimos passar e era um sitio tão desagradável com a chuva e o vento. Fomos para o final da subida... E eis que o vejo, ohh finalmente... Olha o pai lá ao fundo, vai com ele...

A saída dos maratonistas era um caos... Chapéus de chuva por todo o lado, não conseguia ver nada...

Enquanto o Gajo estava a gravar a medalha e a vestir a Tshirt de finisher, encontrei na minha mala a manta térmica, obrigatória nos trails. Consegui embrulhar a mini ET que tremia de frio, com uma e a M, tadinha estava gelada, mas feliz porque entretanto o N tinha chegado...

Fiquei mais uma vez desiludida com a organização. No inicio deram umas capas plásticas ao pessoal, quando ainda não estava a chover. Não sei onde as estavam a dar, mas pensei que as dessem no final... Mas não. Deixaram os atletas ao frio e à chuva. A fila para o bengaleiro era gigante, as pessoas tremiam de frio, nem imaginam a quantidade de pessoas que me perguntaram onde tinha arranjado as mantas térmicas...

O banhinho quente soube tão bem...

E depois francesinha e viagem de regresso para casa, não recomendada a cardíacos...


Aqui está ela... Não liguem ao tempo, nem ao ritmo, uma vergonha...





14 comentários:

  1. :):):) … porque não escreveste os "termos" com as letras todas??? :P … Parabéns!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já não estava no norte, não me sinto à vontade para dizer asneiras no sul.
      Parabéns, fizeste um tempo espectacular!!
      **

      Eliminar
  2. Pronto, para mim está eleito o relato do Porto 2018. Muito emocionante, gostei muito. Parabéns, ET. Vai lá despachar essa peça de fruta que isso não tem jeito nenhum! Parabéns também ao gajo, fez um tempaço! Segui-o na aplicação e também estranhei a certa altura ter-se separado do N. Afinal fazia tudo parte do plano :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ena obrigada...
      Não vejo a hora de comer laranjas sem fazer uma cara de assassina...

      Obrigada em nome do Gajo.
      **

      Eliminar
  3. Oh carago, mas tu queres meter-me novamente a lacrimejar? É que no conforto do lar nem sequer consigo disfarçar e dizer que é transpiração ou chuva. :)
    Isto sem vocês não era a mesma coisa! Obrigado! ***

    ResponderEliminar
  4. Muitos parabéns ET pela prova em condições difíceis! E até deixaste o pelotão dar-te avanço :)

    Sim, reconheci-te à 2ª. Ia concentrado na corrida, ouvi alguém a incentivar, primeiro levantei o braço normalmente mas de seguida reconheci-te e já foi um agradecimento mais efusivo. Como estavas com o capuz não foi imediato.
    Muito obrigado pelo apoio :)

    Beijinhos e que esse problema se resolva da melhor maneira

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lol, sim o que eu gosto mesmo é de vir no fim... No meu lugar.

      Tive tanta pena de não poder assistir à tua palestra... Fica para uma próxima.

      **

      Eliminar
  5. Descobri Hoje este "cantinho", espero que volte ao norte , e as melhoras , correr nessas condições só para campeãs.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, bem vindo a este canto da galáxia... Eu adoro o Norte, tem locais lindos para correr, vou voltar de certeza.
      Obrigada pelo apoio.
      **

      Eliminar
  6. Pois...isso da t-shirt foi desagradável, não devia acontecer...

    Confesso que o percurso magnífico não é o dos 15 km (prova que fiz este ano), acho mesmo que só depois disso é que passa a bonito, nas margens do Douro, e é mesmo muito bonito!!!
    Tens de ir lá para o ano para ajustares algumas contas com o Porto e vires de lá mais satisfeita!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá. Eu sei que é uma insignificância, mas deixou-me chateada. O problema é quando vais com as expectativas lá em cima, falaram maravilhas desta prova. Adoro o Porto, aquele maravilhoso edifício da Alfandega, a feira estava interessante... E bastou uma coisinha para estragar a minha experiência nesta prova... E sim, fiquei com contas para ajustar nesta prova.
      **

      Eliminar
  7. Espero que a tua laranja do Algarve seja da espécie da que eu tirei em Agosto, e que não seja nada mais do que isso... Sei bem o que custa, que também fiz a Maratona com a minha :/ Mas não é nada que não se resolva! Trata lá disso :)

    Quanto ao Porto... Já mais gente me disse que o percurso não é particularmente interessante, daí que nunca me tenha cativado muito a ir... Talvez um dia!

    E quanto à t-shirt, isso dava direito a chateares-te a sério! Aconteceu-me isso no Fim da Europa e, depois de uns quantos emails, recebi em casa uma camisola no meu tamanho e numa cor à minha escolha. Tenho uma camisola preta do Fim da Europa de 2018 :D Se uma pessoa paga, é para ter o que eles dizem que garantem! Em provas em que pedem o tamanho da t-shirt antecipadamente, é inadmissível...

    Parabéns pelo teu tempo :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estou ansiosa de tirar a laranja... Também tiraste uma?? E ficaste quanto tempo em casa sem poder correr?? Quero muito fazer a São Silvestre, e ir aos Reis, se possível sem a laranja...

      Já pensei em mandar um email para a organização a pedir a minha Tshirt, mas ainda não me senti suficientemente inspirada...

      **

      Eliminar